Assim como a agricultura urbana (que já falamos aqui), as hortas caseiras têm sido praticadas por um número cada vez maior de pessoas, na busca por uma vida mais saudável, com sustentabilidade, e em harmonia com a natureza. O Programa Horta em Casa vai além disso, pois preconiza o método da Agricultura Natural idealizado por Mokiti Okada (Japão,1882-1955). O método surgiu na década de 1930 como uma solução para os problemas decorrentes da prática da agricultura convencional.

Na Agricultura Natural busca-se resgatar a pureza do solo e dos alimentos, preservar a diversidade e o equilíbrio biológico e contribuir para a elevação da qualidade da vida humana. Entende-se que é justamente a pureza do solo que lhe permite produzir alimentos saudáveis com elevada energia vital. Por isso, esse método não utiliza nenhum tipo de agroquímicos, que enfraquecem o solo.

Assim, o Programa Horta em Casa busca despertar o interesse pelo consumo de alimentos mais saudáveis bem como demonstrar a possibilidade da prática da Agricultura Natural em espaços reduzidos, como apartamentos, casas e quintais.

A agricultura deixou de ser uma atividade exclusiva dos agricultores. E o diferencial desse Programa é conectar o ser humano à sua essência Divina. Cuidando, todos os dias, do solo, das plantas, dos alimentos, estabelecemos a conexão com o mundo natural, que transforma nossa percepção do mundo, da família, dos amigos e da própria natureza.

A prática da horta caseira no âmbito da Agricultura Natural é mais do que uma técnica agrícola. Ela também amplia nosso sentimento de gratidão e respeito para com a natureza. Aprende-se, na prática, a respeitar cada animal, cada planta, cada inseto, entendendo que tudo tem espírito, sentimento e uma missão a cumprir.

Com esses sentimentos, cultivando os alimentos, cultivamos a nós mesmos. Até que percebemos que vivemos numa casa única, pela qual devemos nutrir profunda gratidão e a qual precisamos cuidar com muito zelo e favorecer seu desenvolvimento saudável, harmonioso e sustentável.

Segundo as diretrizes do Programa, a compreensão acerca da Agricultura Natural precisa surgir de um protótipo que permita aos seres humanos reciclar seu sentimento, mexer com a terra e reconhecer a essência da vida em todos os seres vivos da natureza, o que proporciona o retorno à Grande Natureza. E o melhor jeito para isso é “mãos à terra”!(Foto: redes sociais)


Para saber mais

Cartilha da Horta em Casa & Vida Saudável – http://www.faculdademessianica.edu.br/revista/?wpfb_dl=24

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *