O cultivo orgânico de hortaliças e ervas medicinais em espaços urbanos é uma atividade que tem se expandido nas cidades brasileiras, acompanhando a tendência das cidades em todo mundo. A agricultura urbana é um movimento que busca melhorar a alimentação através de alimentos livre de agrotóxicos e insumos agrícolas. Jundiaí também possui diversas hortas na sua área urbana, que têm sido cada vez mais procuradas em decorrência da preocupação crescente com a saúde. Nesta cidade, que tem a atividade agrícola como parte da sua identidade cultural, a agricultura urbana tem muito espaço para crescer.

A agricultura urbana tem muito mais benefícios e potencialidades. Primeiro, porque as atividades que envolvem a comercialização e o consumo de alimentos são importantes contribuintes para os impactos ambientais nas cidades, através de emissões de poluentes provenientes do transporte, ocupação do solo, uso da água, etc. Por isso, a agricultura urbana tem sido defendida como um meio de aumentar a sustentabilidade urbana, reduzindo as emissões de carbono e aproveitando os recursos locais, por exemplo. Além disso, a agricultura urbana também contribui para a manutenção da biodiversidade. Por exemplo, as PANCs (plantas alimentícias não convencionais) estão em alta e são fáceis de serem cultivadas nesses espaços.

Além disso, a agricultura urbana tem gerado renda para muitas famílias nas cidades brasileiras, contribuindo ainda para diversificar a dieta. Os projetos comunitários de hortas urbanas também ajudam a promover maior interação social e atividades ao ar livre:ainda mais benefícios para a saúde.

Um estudo sobre agricultura urbana nos Estados Unidos mostrou sua contribuição para diminuir os impactos ambientais e o potencial para gerar receita aos agricultores e atuar como uma ferramenta pedagógica e de construção comunitária. Muitas dessas hortas ocupam o topo de prédios, edifícios e terrenos abandonados, melhorando a paisagem das cidades, que ficam mais verdes.

No Brasil, a horta comunitária urbana de Sete Lagoas, em Minas Gerais,desenvolve suas atividades há 36 anos e é uma referência nacional. Outro exemplo bem-sucedido é o Programa Horta do Chef de Curitiba,responsável pelo abastecimento de restaurantes sofisticados da cidade, beneficiando mais de cem famílias. (Foto principal: www.ecycle.com.br)

*Publicado em http://jundiagora.com.br/agricultura-urbana/, 25/08/18.

One thought on “Agricultura urbana em expansão nas cidades brasileiras”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *